Damiana Alves:Executive Assistant Online

1- Trajetória Profissional:

“Carioca mas de alma campeira, uma verdadeira metamorfose ambulante, sedenta por novos conhecimentos e experiências! Comecei minha carreira na Comissão de Valores Mobiliários (CVM), como estagiária de auditoria durante minha primeira formação em Ciências Contábeis. Muito jovem e tímida, escondia-me  atrás de números, relatórios e planilhas.

Como o rio que precisa quebrar barreiras e seguir seu rumo, a vida me colocou dentro de uma sala de aula, onde eu pude desenvolver todo meu potencial criativo e habilidades interpessoais que não possuía, descobrindo um lado em mim que me permite até hoje expandir cada vez mais. Motivei-me a seguir a carreira, cursando Letras (Português-Inglês).

Atuei na área por volta de 10 anos em renomadas escolas de idiomas. Três anos após a segunda graduação, me especializei em Tecnologia da Educação e ensino a distância, pois meu “lado nerd” era apaixonado por inovação, e uma “insatisfação” constante sempre se fez presente dentro do meu ser, me impulsionando a criar  e encontrar novas maneiras de fazer algo. Definitivamente, “mudança” deveria fazer parte do meu sobrenome! Como projeto de conclusão de curso, elaborei uma pesquisa e estudo de caso, analisando o impacto da tecnologia no processo de ensino e aprendizagem, passando então a ser designer oficial de material didático digital da escola em que atuava. Devido ao meu maior interesse no mundo corporativo, tive contato com muitos gestores, diretores e presidentes de diversas empresas para quem lecionei o idioma, e foi a partir desta troca de conhecimentos (pois a beleza do processo de aprendizagem é exatamente esta!) que iniciei minha trajetória como empreendedora.

Com a mente irrequieta de ideias e sonhos, a sala de aula ficou muito pequena para as asas que queriam se abrir e alçar voos maiores. Aventurei-me no empreendedorismo, dando vazão a tudo o que gostaria de fazer diferente. Afinal, o que nos separa do todo, senão este diferencial? Fundei a escola de inglês ESP, com sede no centro da cidade do RJ, voltada para adultos, oferecendo como diferencial um ambiente em que os alunos pudessem primeiramente “aprender a aprender”. Coloquei todos meus anos de experiência e de estudos nos campos de andragogia, neurociência, psicologia, entre outros no meu primeiro livro digital publicado e intitulado: “Aprendendo a aprender inglês” (clique aqui e faça o download da versão demo), livro este que continha toda a base do meu projeto para capacitar alunos a desenvolverem senso crítico, tornarem-se cada vez mais independentes, onde o professor era visto como mediador na construção do conhecimento e o processo era muito mais rápido. No entanto, do ponto de vista comercial, esta abordagem inovadora encontrou muitos obstáculos, necessitando de alto capital de investimento, motivo pelo qual não pude mantê-la, neste nosso país de lindas belezas naturais, mas de altos impostos e impedimentos para o micro-empresário.

1005737_3098808606948_588710509_nE lá vamos nós iniciar uma nova viagem! Desde criança, minha paixão pela natureza, campo e animais, mais especificamente c

avalos, (de origem “inexplicável”, visto que ninguém na família possuía propriedades rurais, pelo contrário, venho de família “humilde”), voltou a superfície naquele coração frustrado pela primeira experiência empreendedora. Sequei o rosto molhado de lágrimas e montei no meu cavalo rumo a novos aprendizados. Extremamente arriscado sob a perspectiva financeira, lancei-me ao querido sonho da alma: viver no campo e do campo. Mudei-me para Sorocaba, interior de São Paulo, onde fiz minha terceira graduação, Gestão em Equinocultura, estagiando na minha querida Universidade do Cavalo, aprendendo desde o operacional do manejo de cavalos e instalações, mas também saúde e veterinária, equitação, etologia, comportamento e doma de equinos, até administração, marketing e gestão de centros equestres. Foram os dois anos mais felizes de toda minha vida, acordando às 4h da manhã, trabalhando sob o lindo céu azul, a chuva e as estrelas, respirando ar puro, lapidando a humildade, a simplicidade e leveza dentro de meu ser, através do contato com o que há de mais puro e belo neste mundo.

Por questões financeiras e de saúde, voltei ao Rio de Janeiro, para mais uma metamorfose. Meu querido sonho da alma continua como um hobby esporádico, devido ao alto custo e a descoberta de uma doença degenerativa na coluna, me impedindo de seguir essa estrada. Mas a beleza da vida está onde quer que nos encontremos, devendo eu ser muito grata pela oportunidade, pelas lições valiosas e os momentos mais sublimes que vivi nessa jornada terrestre. (Pausa para respirar).

Vamos tentar novamente? Retornando à minha cidade natal, faço uma parceria e invisto com meu trabalho numa franquia de escola e estúdio de artes. Sim, artes, lembra do meu “lado nerd”? A experiência sólida em educação, meus primeiros passos em empreendedorismo e gestão e com a sensibilidade aguçada pela experiência no campo, formaram uma boa mistura para essa nova jornada que tanto me agregou como pessoa e profissional. Com foco em quadrinhos americanos, conheço hoje todo o processo de criação de uma revista, desde a escrita do roteiro até a arte-final e publicação.

Envolvi-me também na indústria de games, animação e ilustração, de onde pude expandir mais ainda minha criatividade, inclusive como artista (faço uns rabiscos aqui e ali – de cavalos, é claro! Clique aqui e saiba mais!) e descobri habilidades e interesses na área de marketing também. O contato constante com profissionais de editoras americanas, participação de grandes eventos da indústria nos Estados Unidos, especificamente em Nova Iorque, me deram suporte para criar e organizar eventos similares no Brasil, trazendo profissionais internacionais e ganhando experiência em gestão de eventos. Após cinco anos nesta franquia, liderava a equipe de professores, artistas, recepcionistas, implementando técnicas secretariais e gerenciais, bem como, focando na área de marketing, criando campanhas, desenvolvendo websites para eventos, mergulhando novamente no mundo tecnológico, através do marketing digital.

 

 

Com o fim da sociedade, visto que meu parceiro decidiu seguir “carreira solo” como artista e empreendedor, investi nos estudos na área de administração e secretariado, cursando o técnico em secretariado e MBA em Assessoria Executiva, fundando em 2016 minha atual empresa: The Executive Assistant Online, onde publico artigos, ofereço webinars e aulas online, bem como uma comunidade virtual para iniciantes na carreira, publicando vagas, compartilhando experiências e fomentando a profissão.

Atualmente sou assessora executiva do CEO de uma empresa na área de Tecnologia, cujo foco principal é a migração do papel para o digital (o que é excelente para uma amante da natureza como eu!). Através do contato com o presidente em várias reuniões executivas, em poucos meses me aprofundei na indústria tecnológica, me apaixonando cada vez mais por suas inovações e pelo futuro que nos espera. Apoiando também o gerente comercial e o Head of Marketing, agrego maiores conhecimentos nesta área, o que me motivou a recentemente criar o website “The CMO News”, oferecendo conteúdo sobre tecnologia e marketing digital e, (como podem perceber!) gosto muito de escrever, explorar e aprender, odiando rotina e inquietando-me com o marasmo. Dessa forma, através destes websites, consigo explorar minha criatividade, ajudando ao próximo ao disseminar conhecimento, bem como ajudando a mim mesma pelo estudo  que preciso desenvolver para criar os artigos e publicá-los.

Perspectivas para o futuro? O céu nunca foi o meu limite! Mantenho em mim acesa a chama da curiosidade e humildade, pois SEMPRE há espaço para aprender, seja você uma assessora júnior ou sênior. Pretendo expandir e adquirir novas experiências no exterior, aproveitando minha paixão por idiomas e culturas diferentes.

Estou escrevendo meu primeiro livro na área de Secretariado, cujos temas centrais são os impactos da tecnologia e as competências necessárias para alcançar e manter a excelência nesta nova era que já está se tornando uma realidade no Brasil. Visite-me no ExpoFisec, cadastre-se e receba gratuitamente o primeiro capítulo do livro e um cupom de desconto para compra do livro impresso na data de sua publicação!

É com muita honra participo do FISEC RJ 2017, convidada pela amiga Pepita Soler, fundadora do Pepita’s Secretaries Club, para participar do painel sobre Tecnologia e Empreendedorismo no Secretariado Executivo, junto de outras profissionais maravilhosas que tive (e terei) o prazer de conhecer, trocar conhecimento e crescer!

Finalmente, agradeço a oportunidade e honra de estar aqui contando um pouco de minha história! Espero que possa inspirar colegas de profissão a ousarem sempre e nunca desistirem de seus sonhos! Sucesso e, principalmente, paz à todas nós!

2- Qual o papel da secretária executiva nos dias de hoje?

Com o avanço da tecnologia (aplicação da inteligência artificial, machine learning, bots, automações,etc), o profissional que objetiva se manter e crescer na área de assessoramento executivo deve ter uma mentalidade empreendedora, inovadora e criativa, mantendo-se sempre um passo a frente, ou seja, antecipar as necessidades de seu executivo, ao invés de apenas sentar e aguardar ordens.

E vamos muito além disso, as tarefas operacionais (tais como agendamento de reuniões, reservas e gerencimento de viagens, etc) já são hoje feitas por processos automatizados, abrindo espaço para a secretária expandir seus conhecimentos e atuar num nível mais gerencial, participando do processo decisório, projetos, e até mesmo representando seu executivo em sua ausência, exigindo do profissional um conhecimento profundo da indústria e de sua empresa, processos, crenças e principalmente o perfil do executivo que assessora, de maneira a proporcionar uma relação de confiança e sinergia onde você irá trabalhar sua liderança, ainda que num papel de assessoramento.

 3- O que você pode dizer sobre empatia e positividade e como se aplicam em sua vida pessoal?

Hoje vamos muito além de conhecimento técnico, a tão falada inteligência emocial é hoje fator primordial, e suas habilidades tais como a empatia e positividade fazem parte da grande lista de qualidades que o profissional de hoje deve possuir para alavancar sua carreira.

Colocar-se no lugar do outro, ou seja, ter empatia, é um grande diferencial para construírmos relações saudáveis e, consequentemente, um ambiente relaxado, produtivo e de bem estar, afinal, não seria excelente convivermos com pessoas que não pensam apenas nelas mesmas e se auxiliam? Quantos conflitos deixariam de existir? Acredito que seja uma questão de reforma moral, o que, particularmente, acredito ser a solução para todos os conflitos e problemas do mundo.

Sobre positividade, ela está na origem de tudo: o pensamento. Como podemos melhorar nossas vidas, mudar hábitos sem conhecermos nossa casa mental, conhecer a nós mesmos? O autoconhecimento e a reforma íntima são para mim conceitos base e metas de vida, sendo os relacionamentos com o próximo uma ferramenta, um meio, para o desenvolvimento destas metas chave. Neste quesito, a positividade se desenvolve através do conhecimento e controle de nossos pensamentos, pois estes são responsáveis por nossas ações e crenças (muitas delas inconscientes que devem ser trazidas à superfície). Diversos estudos e pesquisas científicas comprovam os benefícios de ter um ponto de vista positivo, ou seja, ver o melhor em tudo e em todos, inclusive você mesmo, pois a maneira que você faz a leitura de sua vida, afeta completamente em suas ações e consequências destas para você e inclusive para quem está ao seu redor. Dessa maneira, por mais difícil que possa ser (afinal, nada que é bom vem ser esforço!), reeducar seus pensamentos e criar novas crenças mentais positivas é um processo que exige disciplina, consistência e calma (não podemos agir como engenheiros de obras prontas!), mas nos presenteia com um bem estar inexplicável, tornando a vida mais leve, vendo dificuldades como oportunidades de crescer e, assim, sendo feliz em qualquer lugar ou em qualquer situação, pois a felicidade está dentro de nós mesmos.

4- O que te motiva e te transforma?

A motivação é algo muito relativo. Para mim é o desejo de ser útil, a sensação maravilhosa do dever cumprido, os desafios e mudanças que me proporciam conhecer novas coisas e pessoas, visto que a rotina me é mortificante. O que me transforma são as dificuldades, ainda que lá no fundo eu não as receba de braços abertos, mas são necessárias para não me paralizar dentro da ”zona de conforto” (que nada tem de confortável), me impulsionando a ser uma pessoa melhor e, com isso, ter paz interior que tantos de nós procuram, mas poucos a encontram.

 5- Se você assumisse um cargo gerencial, quais características buscaria na sua secretária?

Além das competências técnicas imprescindíveis (formação superior, conhecimentos administrativos, idioma, etc), a secretária deve ter, principalmente, habilidades que fazem parte da inteligência emocional que mencionei acima, tais como o auto conhecimento, mentalidade empreendedora, criatividade, proatividade, liderança, negociação, pensamento estratégico e tomada de decisão, voltada para entrega de resultados, boa comunicação e habilidades inter e intrapessoais, desejo constante de aprender (o que nos ensina a humildade), ética, integridade e sigilo profissional, etc. Não esquecendo, é claro, de muita empatia e positividade! A lista é extensa, mas acredito ter mencionado as que considero principais.

6- O que devemos esperar do Painel de Tendências e Inovações em Secretariado Executivo?

Posso resumir numa palavra: Inspiração. Meu objetivo é transmitir essa contagiante emoção que me impulsiona para o alto e avante, pois um brilhante e excitante futuro nos aguarda em nossa profissão, mas não sem esforço, disciplina e desejo de crescer!

Um grande abraço da sua amiga,

Damiana Alves

www.assessoriaexecutivavirtual.com